Judô Para Todos
18/07/2017
Fonte LARA MONSORES/CBJ | Fotos BUDOPRESS/CBJ
Itajaí - SC

A Federação Catarinense de Judô (FCJ) promoveu no último sábado (15), em Itajaí, a segunda edição da Copa Santa Catarina de Judô Para Todos, classe competitiva do judô para atletas com necessidades especiais, como Síndrome de Down, cadeirantes e mobilidade reduzida. O torneio aconteceu no Ginásio Gabriel Colares e reuniu 33 judocas de 17 agremiações que representaram os Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Capitaneados pelo professor Geovani de Oliveira Ferreira, responsável pela Fundação Municipal de Esportes de Timbó e Associação dos Judocas Timboenses, os anfitriões fizeram bonito em casa e conquistaram 23 medalhas para o Estado de Santa Catarina.

Na avaliação de Moisés Penso, presidente da FCJ, a realização de mais um torneio para judocas portadores de deficiência intelectual foi um marco na história da Federação Catarinense de Judô.

“A Copa Santa Catarina de Judô para Todos foi um evento fantástico. Sou grato a toda equipe técnica da FCJ por termos promovido este importante evento e também por ter vivenciado este grande momento do judô em nosso Estado. Vamos trabalhar cada vez mais para promover certames inclusivos em Santa Catarina”, disse o dirigente.

Os visitantes também saíram com uma boa impressão do primeiro evento organizado pela FCJ. O técnico carioca Ricardo Lucio, responsável pela seleção brasileira de Judô Para Todos, elogiou o nível técnico e o crescimento do JPT no Brasil.

"O evento foi um sucesso. Tivemos ótimas lutas, chaves bem equilibradas e, ao final, todos os participantes saíram felizes. Mais uma vez, eles deram um ippon no preconceito e mostraram que o Judô Para Todos está crescendo muito no Brasil", comemorou.