Pré-olímpico De Karatê 2017
10/12/2017
Por PAULO PINTO | Fotos BUDOPRESS
Araguaína - Tocantins

Com o apoio da Prefeitura de Araguaína, a Confederação Brasileira de Karatê (CBK) realizou neste fim de semana o primeiro torneio pré-olímpico de karatê, evento que inicia o processo de seleção dos atletas que representarão o Brasil nos Jogos de Tóquio 2020.

A disputa inédita aconteceu entre os dias 7 a 9 de dezembro no ginásio do Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (ITPAC), em Araguaína (TO), contou com a presença de 172 karatecas provenientes de 25 Estados e teve as finais transmitidas ao vivo pelo SporTV.

Final do -75 masculino

Na sexta-feira (8), aconteceu a fase classificatória que definiu os 24 atletas que disputaram as finais do kata feminino e masculino, e as 10 finais do kumitê nas cinco categorias de peso nos dois gêneros.

No sábado (9), o Ginásio do ITPAC foi completamente tomado por um público jovem que acompanhou e vibrou muito com as finais de uma disputa eletrizante, que deu início ao processo de formação da equipe a qual representará o Brasil nos Jogos de Tóquio 2020.

Final do -55kg feminino

Jovens surpreendem e vencem no kata

Curiosamente, a disputa do kata apresentou o confronto do velho com o novo em ambos os gêneros, já que no feminino a jovem capixaba Claudina Aguiar se deparou com toda a experiência e vivência que a baiana Patrícia Carvalho acumula nos tatamis.

No masculino, o talentoso Christian Tavares enfrentou o conhecimento e a maturidade que o paulista Marco de Sá acumula nas inúmeras disputas nacionais e internacionais.

Final do -60kg masculino

Após a grande exibição dos quatro caratecas, os árbitros premiaram o talento dos jovens Claudina e Christian, e a classificação do kata individual feminino apresentou a seguinte ordem: 1º lugar Claudina Aguiar (ES); 2º lugar Patrícia Carvalho (BA); 3º lugares Stefany Reis (GO) e Amanda Martins (DF).

A classificação final do kata individual masculino apresentou a seguinte ordem: 1º lugar Christian Tavares (RJ); 2º lugar Marco de Sá (SP); 3º lugares Lucas Santos (SE) e Vinícius Nakamura (AC).

Final do -68kg feminino

O kumitê também foi marcado pelas surpresas

O primeiro confronto do kumitê masculino foi protagonizado pelo experiente Willians Quirino (SP) e Luiz Barros (RN) que, assim como seu adversário, defende a seleção brasileira. Na disputa de gerações, o karateca potiguar superou o paulista com o placar de 3 a 2 e garantiu a primeira colocação no -75kg do torneio pré-olímpico.

O primeiro confronto do feminino foi a disputa do -55kg entre Márcia Mafra (PR) e Sabrina Pereira (RJ), duas velhas conhecidas que cresceram nos tatamis enfrentando-se em Santa Catarina, Estado de origem de ambas karatecas. Na disputa, Márcia Mafra conseguiu impor maior ritmo e superou a rival por 5 a 4.

Final do +84kg masculino

A disputa do -60kg foi eletrizante e também contrapôs a enorme experiência de Edemilson Santos (SC) e a grande velocidade do jovem Gabriel Pereira Stankunas (SE), que literalmente comandou o combate impondo 7 a 5 no placar e garantindo a primeira colocação no peso-leve.

O quarto confronto colocou frente à frente as karatecas Ana Luiza Silva (RN) e Tainah da Silva (MG) que fizeram um combate bastante acirrado. Mais objetiva, a karateca potiguar superou a adversária mineira e assegurou o ouro do -68kg.

Final do -50kg feminino

Na disputa do peso-pesado masculino, os atletas Alberto Azevedo (DF) e Fernando Mendes (CE) protagonizaram uma das lutas mais eletrizantes do torneio. O karateca cearense tentou neutralizar o ímpeto de seu adversário após igualar o placar em 1 a 1 e o cronometro zerou com a luta empatada, mas no hantei (bandeirada), o brasiliense venceu por 5 a 0.

As atletas Jéssica de Paula (RS) e Karla Teixeira (CE) fecharam a terceira rodada fazendo uma luta bastante movimentada, na qual a gaúcha mostrou maior determinação e consolidou a vitória expressiva frente à adversária cearense, garantindo o ouro no -50kg.

Final do -84kg masculino

Na abertura da penúltima rodada, Fernando Cândido (PB) e Adam Ramos (RJ) mostraram porque haviam chegado à final do -84kg. Mostrando oportunismo, o carioca saiu na frente no placar, mas o karateca paraibano manteve o controle do combate, reverteu o placar em 3 a 2 e garantiu o ouro do peso-meio-pesado.

A disputa do peso-pesado feminino envolveu duas atletas com grande envergadura que protagonizaram um combate mais estratégico e pausado. Gabrielly Santos (SP) e Brenda Padilha (MA) sabiam que muita coisa estava em jogo e não partiram para o combate franco. Brenda saiu na frente, anotou um yuko, mas por um descuido, acabou saindo da área (jogai), dando a vitória do +68kg para Gabrielly Santos.

Final do +68kg feminino

Os karatecas Breno Teixeira (CE) e Lúcio de Almeida (BA) fizeram o último confronto do masculino e foi um duelo de gigantes. O campeão mundial cearense foi surpreendido com o maior volume de seu adversário, mas soube controlar a situação e conquistou o ouro do -67kg.

A última luta do programa foi protagonizada por duas grandes karatecas: Érica dos Santos (PR) e Stephani de Lima (MA). Mais experiente, Érica soube impor seu jogo desde o início e conduziu o combate que lhe garantiu 5 a 3 no placar e o ouro do -61kg.

Final do -67kg masculino

Final do -61kg feminino

O público lotou as arquibancadas do Ginásio do ITPAC

A garotada vibrou muito com karatecas da seleção brasileira

Luiz Carlos Cardoso, presidente da CBK homenageando Ronaldo Dimas, o prefeito de Araguaína

Dirigentes e autoridades políticas de Araguaína

Claudina Aguiar (ES), campeã do kata

Patrícia Carvalho (BA), a vice-campeã do kata

Christian Tavares (RJ), campeão do kata

Marco de Sá (SP), vice-campeão do kata

Autoridades políticas e esportivas com os finalistas do Pré-olímpico 2017