Cotidiano
28/09/2017
Fonte LARA MONSORES/CBJ | Fotos PAULO PINTO/CBJ
São Paulo - SP

Rafael Silva, David Moura, Erica Miranda e Rafaela Silva

Rafaela Silva, Érika Miranda, David Moura e Rafael Silva visitaram, na tarde desta quarta-feira (27 de setembro), a fundação ADC Bradesco Esporte e Educação, em Osasco/SP. No local treinam, há quase 30 anos, cerca de duas mil meninas, de oito a 21 anos, nas modalidades basquete e vôlei. Pela ADC Bradesco passaram atletas como Magic Paula e Janeth, do basquete, além de Dani Lins, Jacqueline, Adenízia e Mari, do vôlei.

"Comecei no judô aos cinco anos, em um projeto social. Aos 24 anos, me tornei a primeira judoca brasileira campeã olímpica e mundial e, graças ao esporte, pude transformar minha vida e da minha família. Minha mensagem é que sempre acreditem no sonho de vocês", disse Rafaela Silva para as meninas, entre inúmeras fotos e autógrafos.

As meninas do basquete e do vôlei pararam o treino para conhecer os medalhistas que foram visitá-las

Encantados com a estrutura que inclui quadras, piscina, refeitório, auditório, alojamentos e salas de fisioterapia e musculação, os judocas dividiram suas memórias com as jovens atletas, inspirando e ao mesmo tempo sendo inspirados.

"Não conhecia a estrutura aqui e fiquei impressionado. Em Cuiabá, onde moro, não há nada parecido. Aproveitem!", falou David Moura, que conquistou a medalha de prata no Mundial de Budapeste, no começo do mês.

A campeã olímpica e mundial Rafaela Silva determinou que o primeiro depoimento seria feito pelo Baby

"Vim do Paraná para São Paulo por causa do judô. Também morei em alojamento e sei como é a vida longe de casa. Sigam firmes! E acreditem porque o resultado vem", afirmou Rafael Silva, dono de duas medalhas Olímpicas, que também subiu ao pódio em Budapeste, onde ficou com o bronze.

Érika Miranda, por sua vez, inverteu a lógica e pediu para fazer uma selfie com as garotas.

"Aqui ninguém sonha sozinho. A vitória de uma é de todas", filosofou para, em seguida, brincar. "É muito legal ver um projeto só de meninas, mas imagino o estresse nos momentos de TPM. Não sei como ninguém se matou ainda!", disse a medalhista de bronze em Budapeste, arrancando risadas de todos.

Erika Miranda, Rafael Silva, Sílvio Acácio, Ricardo Moreira, David Moura e Rafaela Silva

Jovens do projeto de formação do Bradesco tiveram a oportunidade de conversar com os atletas, que relataram as dificuldades e esforços necessários para viver do esporte. A maranhense Nyeme Victória Costa, de 18 anos, que participa do programa desde 2015 e, em 2017, foi eleita a melhor líbero no mundial sub 20, sonha em representar o Brasil em uma olimpíada e vê nestes atletas uma inspiração.

“Vimos que a Rafaela veio de baixo e nos mostrou que tudo é possível, só basta não desistir, porque vai existir dificuldades, mas a vitória é certa para quem luta”, disse.

Rogério Curi apresentando a fundação ADC Bradesco Esporte e Educação para os judocas da seleção brasileira

O gerente de esportes da ADC Esportes Bradesco, Rogério Curi, comemorou o encontro das meninas com alguns dos principais nomes do judô mundial.

"As meninas precisam de ídolos para se espelharem. Receber os medalhistas do judô, um esporte tão importante em nosso país, é muito emblemático. Faz elas perceberem que vencer é algo real e torna palpável a realização do sonho das jovens que formamos aqui", afirmou.

Os judocas também conheceram a culinária da fundação ADC Bradesco

Silvio Acácio Borges, presidente da Confederação Brasileira de Judô, também avaliou o encontro positivamente.

"Foi muito bom podermos conhecer o formato e o desenvolvimento de um projeto tão completo como este do Bradesco. Sem dúvida, porém, o mais emblemático foi o momento em que fizemos a grande foto do grupo: as atletas da ADC com nossos judocas. Interação com alguém que já é como elas querem ser. Foi lindo ouvir os depoimentos inspiradores dos nossos judocas e a forma como eles abraçaram a meninada", concluiu o dirigente.

Vista a sala de troféus da ADC Bradesco

Atletas da base e do alto rendimento fizeram fotos com os medalhistas olímpicos e mundiais

David Moura enalteceu a estrutura da ADC Bradesco

David Moura, Sílvio Acácio, Rogério Curi e Rafael Silva

Érika Miranda faz selfie com atletas ADC Bradesco Esportes e Educação

 Equipe de colaboradores da ADC Bradesco com os judocas medalhistas

Rogério Curi, Ricardo Moreira, Sílvio Acácio e Maurício Carlos