Judô Paulista
08/10/2017
Por PAULO PINTO | Fotos Marcelo Lopes/FPJ e Everton Monteiro/FPJ
São Paulo - SP

Francisco de Carvalho Filho e Alessandro Puglia durante a assembleia realizada no Centro de Aperfeiçoamento Técnico da FPJudô

No dia 15 de setembro a diretoria da Federação Paulista de Judô (FPJudô) realizou assembleia geral extraordinária para adequar seu estatuto e definir o comando da entidade.

O encontro realizado no Centro de Aperfeiçoamento Técnico da FPJudô reuniu dirigentes, delegados regionais e representantes das agremiações esportivas filiadas.

As atualizações e adequações estatutárias foram realizadas pelo departamento jurídico visando a atender às novas exigências da Lei 9.615, conforme determina o Estatuto da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

Os professores Oswaldo Hatiro Ogawa, Alessandro Panitz Puglia, Francisco de Carvalho e Raul Senra Bisneto

Outro importante item da pauta foi a extensão do mandato da atual diretoria, membros do conselho fiscal e auditores do TJD até a realização da próxima assembleia geral eletiva.

Após a votação de todos os itens e a aprovação da permanência da atual diretoria por aclamação, os dirigentes agradeceram o voto de confiança no trabalho desenvolvido pela atual equipe.

“Obtivemos o apoio maciço dos nossos filiados no tocante às mudanças estatutárias exigidas por lei. A manutenção da atual diretoria foi aprovada por aclamação, e estamos certos de que, com a importante participação dos delegados regionais e o apoio dos professores paulistas, iremos escrever mais uma página vitoriosa do judô em nosso Estado”, previu Francisco de Carvalho.

Francisco de Carvalho fala aos filiados da FPJudô

Fazendo uma avaliação do momento inusitado e difícil que todos os setores da sociedade vivem no País, o mandatário do judô paulista enfatizou que tais situações demandam determinação, coragem e criatividade.

“Estamos praticamente encerrando o primeiro ano deste novo ciclo olímpico num cenário totalmente adverso para o País e, consequentemente, para o esporte nacional. Acabamos de receber a notícia de que o presidente Michel Temer promoveu mais um corte profundo no orçamento do Ministério do Esporte para 2018, mas temos de nos reinventar e enfrentar as adversidades com coragem, firmeza e criatividade”, ponderou o dirigente.

Delegados regionais e dirigentes da Federação Paulista de Judô

Após sua atuação no cenário nacional, como vice-presidente da CBJ, Francisco de Carvalho falou sobre a prioridade do judô paulista neste novo ciclo olímpico.

“A principal meta desta gestão é dar atenção especial às áreas técnica e de formação, pois a realidade atual do judô brasileiro é outra. O cenário mudou rapidamente e temos de adequar-nos a ele. Antes, o judô de São Paulo era forte no meio dos fracos, e hoje temos de buscar ser fortes no meio dos fortes. Vários fatores positivos fizeram com que o judô nacional alcançasse maior homogeneidade, e hoje São Paulo divide os pódios com os atletas de todos os Estados e regiões do País”, disse o presidente da FPJudô.

Os professores kodanshas Júlio Sakae Yokoyama e Valdir Melero, uma das maiores referências do judô no Estado e São Paulo

Delegados regionais e professores kodanshas notabilizam a AGE

A assembleia geral da FPJudô recebeu dezenas de professores kodanshas e delegados regionais que engrandeceram o encontro que definiu os rumos do judô paulista neste ciclo olímpico.

Entre os professores kodanshas presentes estavam Oswaldo Hatiro Ogawa, Milton Ribeiro Correia, Raul de Melo Senra Bisneto, Rioiti Uchida, Oscar Hitoshi Ogawa, Alcides Camargo, Alessandro Panitz Puglia, Celestino Seiti Shira, Cláudio Calasans Camargo, Wilmar Terumiti Shiraga, Eduardo Dantas Bacellar, Francisco de Carvalho Filho, Hissato Yamamoto, José Paulo da Costa Figueiroa, Júlio Sakae Yokoyama, Orlando Sator Hirakawa, Osmar Aparecido Feltrim, Yoshiyuki Shimotsu e Edison Koshi Minakawa, que é o atual coordenador de arbitragem da Confederação Brasileira de Judô.

Representantes das associações e dirigentes posam para foto

Entre os delegados regionais estavam Júlio César Jacolpi, Cláudio Calasans Camargo, Wilmar Terumiti Shiraga, Osmar Aparecido Feltrim, Raul de Melo Senra Bisneto, Argeu Maurício de Oliveira, Cléber do Carmo, Celso de Almeida Leite, André Costa, Akira Hanawa e Takeshi Yokoshi.

Oswaldo Hatiro Ogawa, ex-presidente da FPJudô, participou ativamente da assembleia

Diretoria da Federação Paulista de Judô

Presidente: Francisco de Carvalho Filho (Chico do Judô)

1º Vice-presidente: Alessandro Panitz Puglia

2º Vice-presidente José Jantália

Edison Koshi Minakawa, gestor nacional de arbitragem da CBJ, conversa com Celso de Almeida Leite, delegado regional da 15ª DRJ Grande Campinas

Membros do Conselho Fiscal

1º Arnaldo Luiz de Queiróz Pereira

2º Carlos Eduardo dos Santos Motta

3º Gerardo Siciliano

Representantes dos clubes e associações

Suplentes

1º Mário Francisco de Assis Júnior

2º Carlos Roberto Hayashiro Júnior

3º Euclides Ferreira Fontes

Os professores kodanshas Oscar Hitoshi Ogawa e Eduardo Dantas Bacellar