Gestão Esportiva
01/06/2017
Por PAULO PINTO | Fonte RAPHAELLA VIEIRA/FJERJ | Fotos IMPRENSA/FJERJ
Rio de Janeiro - RJ

Igor Pereira, Jeferson Vieira, Rafaela Silva, Jéssica Pereira, Jucinei Costa, Raquel Silva, Daniele Carla, e Larissa Farias

Na segunda-feira (29 de maio), a diretoria Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro (FJERJ) reuniu a atual safra de atletas e ex-atletas da seleção brasileira visando a aprofundar o diálogo em torno da proposta de reconduzir o judô fluminense ao topo dos pódios brasileiros.

Além dos atletas convocados, os principais gestores da modalidade no Rio de Janeiro foram convidados a participar de uma reunião que, acima de tudo, pretendeu estabelecer o diálogo entre as principais áreas da modalidade.

Na abertura do encontro Jucinei Gonçalves da Costa, presidente da FJERJ, apresentou novas propostas e destacou sua satisfação em contar com a participação dos atletas, demonstrando a força de todos e o sentimento conjunto de trabalhar em prol do desenvolvimento do judô.

Juntos, atletas e gestores comemoram um novo momento no judô do Rio de Janeiro

Na avaliação de dirigente fluminense o encontro inédito foi o ponto de partida de um novo momento para o judô fluminense.

“Reunimos ex-atletas olímpicos e os que atuam hoje na seleção brasileira e ouvimos suas críticas e sugestões em torno da gestão. Contudo, nosso principal objetivo foi primeiramente aproximar e estreitar a relação entre todos os envolvidos no processo. Queremos ouvir árbitros, técnicos, atletas e demais profissionais, buscando acelerar o processo de retomada de espaço no pódio das principais competições nacionais”, explicou o dirigente.

Victor Penalber, peso-meio-médio da seleção olímpica, elogiou a disposição da nova diretoria da FJERJ de promover um encontro extraordinário entre os vários setores da modalidade.

"Gostei muito da iniciativa e da conversa. Uma vez eu ouvi que o judô é o esporte mais coletivo, e acho que essa união entre comissão técnica, atletas e árbitros vai fazer muita diferença e levará o Rio de Janeiro a despontar de novo no cenário brasileiro", avaliou Penalber.

Ney Wilson, Frederico Flexa, Jucinei Costa, Marcel Aragão, Rosicléia Campos, Daniela Polzin, Leonardo Lara e Jeferson Vieira

A peso-leve campeã olímpica Rafaela Silva destacou a importância de os atletas participarem e opinarem neste processo.

"Achei muito bacana essa iniciativa que visa a ouvir a opinião dos atletas. É muito bom saber que a nossa equipe é temida nas competições, e que poderemos sempre voltar para casa com mais medalhas, lutando de igual para igual em todas as categorias. Quando fazemos tudo com alegria tudo fica melhor, e esta união em torno do fortalecimento do judô fará a diferença", disse Rafaela Silva

Marcaram presença no encontro Jucinei Gonçalves da Costa, presidente da FJERJ; Leonardo Lara, vice-presidente da FJERJ; Jeferson Vieira, superintendente administrativo da FEJERJ; Cláudio Rodrigues, gestor de eventos da FJERJ; Ana Peixoto, gerente administrativa da FJERJ; José Pereira, coordenador de arbitragem da CBJ; e Ney Wilson, gestor de alto rendimento da CBJ.

Entre os judocas estavam os ex-atletas olímpicos Frederico Flexa, Daniela Polzin, Rosicléia Campos e Marcelo Aragão, além de Rafaela Silva, Victor Penalber, Daniele Carla, Raquel Silva, Igor Pereira, Jéssica Pereira e Larissa Farias, atuais atletas da seleção brasileira.

Leonardo Lara, Victor Penalber, Rosicléia Campos, Marcel Aragão e Daniela Polzin