Karatê 1 - Premier League
12/09/2017
Por PAULO PINTO | Fotos SERVOLLE XAVIER/KPHOTOS
Halle/Leipzig - Alemanha

Equipe brasileira em Halle

O Brasil desembarcou na Alemanha no início da semana passada com cinco atletas e um técnico, que foram à Europa em busca de medalhas e pontos no ranking da World Karate Federation (WKF).

A competição, realizada de 8 a 10 de setembro, recebeu 1.300 atletas de cinco continentes, que participaram das disputas de kata e kumitê.

O time brasileiro encerrou sua participação disputando duas finais e conquistando duas medalhas de prata com Douglas Brose (kumitê 60kg) e Vinicius Figueira (kumitê 67kg).

Para chegar à final Douglas Brose venceu cinco combates. Superou o norte-americano Brandis Miyazaki, o ucraniano Ihor Uhnich, o sul-coreano Ji Hwan Lee, o russo Vladimir Kalashniko e o iraniano Amir Mehdi Zadeh.

Douglas Brose venceu cinco combates na Alemanha

Na final o karateca gaúcho enfrentou o russo Evgeny Plakhutin, de 23 anos, que impôs um ritmo frenético ao combate e venceu por 6 a 2.

Depois de não conseguir chegar às etapas finais dos dois últimos torneios, na Alemanha a maior estrela do karatê brasileiro demonstrou resiliência impressionante, exibindo uma performance sensacional. Na semifinal Brose bateu o iraniano Amir Mehdizadeh, atual campeão mundial, por 4 a 0. Foi uma vitória incontestável que, além de garantir vaga na final, ratificou o poderio técnico do bicampeão mundial.

Vinicius Figueira comemorando a classificação para a grande final

Apesar do resultado adverso na final e olhando para Tóquio 2020, Douglas Brose vibrou e comemorou o resultado expressivo obtido em Halle/Leipzig, na Alemanha.  

"Estou muito feliz por ter chegado à minha primeira final da Premier League, nesta temporada. A competição estava absolutamente feroz e muito mais difícil que um campeonato mundial, já que muitos outros karatecas do mundo competiram. Acho que estou fazendo um bom trabalho para o ano que vem, já focando 2020. Estou trabalhando muito, especialmente no que diz respeito à preparação mental ", disse o herói brasileiro.

Vinicius Figueira disputou outra final contra o japonês Gomyo Hiroto, mas para poder brigar pelo ouro antes teve de enfrentar e vencer o inglês Nyoni Ali, o japonês Funaha Shi Masamichi, o suíço Rupp Dominic, o ucraniano Dushlovenko Yevhenii, o venezuelano Madera Andres e o representante de Montenegro, Hodzic Mario. Na final o japonês Hiroto Gomyo venceu Vinicius Figueira por 5 a 3 e ficou com o ouro inédito.  

O pódio do 60kg

Com a prata conquistada na Alemanha, Douglas Brose soma agora 3.655 pontos e é o segundo colocado no 60kg do WRL, enquanto Vinícius Figueira totaliza 4.106 pontos e também é o segundo colocado no 67kg do ranking da WKF.

Completaram o time brasileiro os atletas Gabriel Stankunas (kumitê -60kg), Valéria Kumizaki (kumitê -55kg) e Natália Spigolon (kumitê -68kg), que não subiram ao pódio. Os representantes do Brasil usaram esta competição como parte dos preparativos para a temporada 2018.

O pódio do 67kg

Delegação brasileira na Premier League Alemanha

ATLETAS

Douglas Santos Brose - kumitê 60kg

Gabriel Pereira Stankunas - kumitê 60kg

Natália Ribeiro Hilário Brozulatto Spigolon - kumitê 68kg

Valéria Kumizaki - kumitê feminino 55kg

Vinicius Rezende Figueira - kumitê 67kg

COMISSÃO TÉCNICA

Ricardo Aguiar - Técnico