Super Desafio Bra De Judô
14/06/2017
Por IMPRENSA/CBJ | Fotos MAYARA ANANIAS/CBJ e PAULO PINTO/CBJ
Laura de Freitas – BA

O sorteio das chaves colocou a França no caminho do Brasil

A seleção brasileira enfrentará a França na estreia do Super Desafio BRA - Copa Internacional de Seleções nesta quinta-feira, 15. Os oito países participantes conheceram nesta quarta-feira, 14, o caminho rumo ao título da competição depois do sorteio das chaves realizado nesta tarde no auditório do Centro de Treinamento da CBJ, em Lauro de Freitas (BA), local da disputa.

"É uma satisfação recebê-los no nosso país e na nossa casa aqui na Bahia. Sejam todos bem-vindos e desejo sucesso neste esplendoroso evento", disse o presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, na abertura da cerimônia de sorteio das chaves.

A equipe brasileira, como anfitriã, foi uma das cabeças-de-chave ao lado da Rússia, campeã da edição de 2016. Além da França, Itália e Portugal caíram na chave brasileira e se enfrentarão nas preliminares. Os russos estrearão contra a Alemanha no outro lado da chave, que terá também o confronto entre Grã-Bretanha e Holanda.

Chegada das delegações no CPJ

"A França é um adversário duro, mas eu sempre falo para os meus atletas que, se quiserem ser campeões, terão que enfrentar todos. E nós vamos enfrentar. Não tem sorteio bom ou ruim. As equipes estão muito fortes, mas nós contamos com a experiência dos nossos atletas. A maioria vem com um ritmo de competição muito bom e acho que este será o nosso diferencial", avaliou Douglas Vieira, técnico da seleção brasileira.

Estreante na Copa, o técnico holandês Johannes Van der Meer elogiou a estrutura do evento e mostrou confiança para as disputas.

"É minha primeira vez no Brasil, a atmosfera é maravilhosa. A competição será muito boa, com bons países, vamos gostar de lutar no Brasil. É uma ótima experiência para os atletas, estamos felizes em termos essa oportunidade de lutar contra alguns dos melhores países no judô e vamos fazer de tudo para vencer", disse. "O judô brasileiro é muito forte, muito técnico, têm bom ne-waza e muitos bons atletas em todas as categorias. Eu ouvi falar dessa competição no ano passado e queria vir neste ano. O objetivo é vencer. Temos um time muito forte e somos capazes. Mas Brasil, Itália, Rússia têm times muito bons também. Vai ser uma disputa dura."

Dirigentes e chefes das equipes no Centro Pan-Americano de Judô

A Alemanha, por outro lado, apostou na experiência de um atleta olímpico para tentar conquistar o título inédito. Para o técnico Patrick Kuptz, o fundamental será manter o foco na disputa e pensar cada luta de uma vez.

"É ótimo estar aqui no Brasil. Agradecemos o convite da CBJ. Mas, é difícil estar aqui porque parecem férias. O clima, a praia, o hotel. Precisamos nos concentrar e manter o foco na competição. É bom pensar luta a luta. Toda luta vamos para vencer e estamos aqui para vencer. Temos um atleta que esteve nos Jogos Olímpicos do Rio que é o nosso líder, além de bons atletas jovens. Acho que temos chance de ir longe nessa competição. Vamos tentar buscar o ouro", comentou Kuptz referindo-se ao meio-leve Sebastien Seidl, representante da Alemanha no Rio e medalhista nos Jogos Europeus.

A Rússia vai encarar a Alemanha em seu primeiro confronto

Possível adversário do Brasil, o técnico de Portugal, Marco Moraes, destacou a importância do evento como preparação para as disputas continentais para sua equipe e lembrou do fator cultural neste tipo intercâmbio.

"Para nós é um momento ótimo de preparação da equipe júnior para os europeus e mundiais juniores. O judô são sensações, quanto mais sensações o atleta tiver melhor. Diferentes formas de combater, de treinar, falar com pessoas de outras culturas, isso é muito importante", pontuou. "O judô brasileiro é uma das potências mundiais, acho que é uma referência na modalidade. Nós estamos com uma equipe muito jovem e com um atleta sub 23. Preferimos lutar combate a combate com a intensão de ganhar. Saímos de Portugal para cá pensando em ir o mais longe possível na competição. Se fizermos tudo bem, perfeito, pode ser que cheguemos ao ouro."

As preliminares começam às 8h desta quinta-feira. A disputa pelo bronze será às 15h e a final começa às 17h, sempre no horário de Brasília, com transmissão ao vivo do SporTV.

O Super Desafio BRA - Copa Internacional de Seleções é uma competição por equipes masculinas promovida pela Confederação Brasileira de Judô em parceria com o Bradesco, patrocinador master do judô brasileiro.

Dirigentes e chefes das delegações no auditório do CPJ

Confrontos das quartas-de-final  

Brasil x França

Itália x Portugal

Rússia x Alemanha

Grã-Bretanha x Holanda