Cotidiano
06/04/2017
Fonte MÁQUINA COHN & WOLFE | Fotos DIVULGAÇÃO/AIEB
São Paulo - SP

Rafael Silva, Eric Takabatake e Rafael Buzacarini

O Bradesco acaba de celebrar o Dia Mundial do Esporte (6 de abril) em ação social no Projeto Judô Cidadão, em São Paulo. Com a presença dos atletas da seleção olímpica de judô Rafael “Baby” Silva, Eric Takabatake e Rafael Buzacarini, cerca de 150 crianças tiveram a oportunidade de conversar com os atletas e aprender os principais conceitos extraídos do judô, como cooperação, respeito, equilíbrio e disciplina, além de algumas técnicas de projeção e queda.

O projeto atende jovens de 6 a 20 anos e atua com a inclusão por meio do esporte. Atualmente, 6 atletas do Judô Cidadão estão no Ensino Superior com 100% de bolsa e outros 4 possuem bolsa de estudo em escola de ensino fundamental e médio na Capital. O Bradesco levou atletas reconhecidos com o objetivo de estimular ainda mais esses jovens.

Para Maria Jasmin, 18 anos, que já pratica o esporte há 9 anos, o judô foi fundamental em sua vida para ensinar a perseverança. “O judô me ensinou a lutar e não desistir. Se eu quero, pode até ser difícil, mas sei que um dia vou chegar lá”, disse.

De acordo com Buzacarini, que acaba de voltar do Grand Prix de Tibilisi, na Geórgia, com a medalha de bronze na categoria até 100 Kg, o judô é importante para a formação e disciplina das crianças. “Mais do que medalhas e golpes, o esporte contribui para as pessoas se tornarem melhores cidadãos”, concluiu.

Sobre o Bradesco Esportes

O Bradesco é um tradicional apoiador do esporte Brasileiro. Em 2017, o Banco se tornou patrocinador oficial do Esporte Clube Pinheiros, com investimentos em projetos voltados para formação de atletas e/ou apoio a programas de alto rendimento nas modalidades de basquete, handebol, vôlei, judô, ginástica artística, esgrima, levantamento de peso e triátlon.

O Banco também patrocina as confederações brasileiras de judô, rugby e vela. Com mais de 29 anos de existência, o Programa Bradesco Esportes e Educação apoia o desenvolvimento de crianças e jovens, a partir dos 8 anos de idade, por meio da prática esportiva nas modalidades vôlei e basquete femininos. Cerca de 2 mil meninas são atendidas anualmente nos Núcleos de Formação e de Especialistas.

Os judocas da seleção brasileira de judô com as crianças do Projeto Judô Cidadão